Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Decifrar Pessoas - Alexandre Monteiro

Como decifrar e optimizar a Linguagem Corporal, Microexpressões e decifrar pessoas na negociação, Vendas, Recrutamento, Política, Entrevistas emprego, Coaching, falar em Público.. Para não especialistas

Decifrar Pessoas - Alexandre Monteiro

Como decifrar e optimizar a Linguagem Corporal, Microexpressões e decifrar pessoas na negociação, Vendas, Recrutamento, Política, Entrevistas emprego, Coaching, falar em Público.. Para não especialistas

Pior expressão facial entre "Pais e Filhos"

 
A  pior e mais perigosa expressão facial na relação entre pais e filhos é a expressão facial de "Desprezo",
que se caracteriza pelo levantar só de um lado dos lábios, um sorrir assimétrico.
 
Quando a  expressão facial de "Desprezo" é recorrente a criança ou adolescente sente que interagir com os pais é uma perca de tempo. 
 
Aborde a criança com posturas abertas, palmas da mãos para cima, coloque-se à mesma altura dela e questione
"Fiz alguma coisa errada?"; não se defenda, simplesmente OUÇA! 
 

 

Um Abraço Amigo, 

Alexandre Monteiro
Especialista em Decifrar Pessoas | sou@pessoab.pt | Visite os Segredos da Linguagem Corporal

Nº1 Nacional a partilhar a Linguagem Corporal para todos

 
 
Segredos da Linguagem Corporal

O filho interrompe frequentemente

O seu filho tem por hábito interromper a conversa dos pais,

não aguardando pela sua vez para falar? E quando faz que não o ouve, faz birra?

É o sinal de domínio sobre os pais.

 

Não julgue, duvide ou questione!  

 

Saiba mais na ACADEMIA Decifrar Pessoas

Cursos Certificados, treinos presenciais e online!

INFO E INSCRIÇÕES - https://goo.gl/5qc4vX

 

Um Abraço Amigo, 

Alexandre Monteiro
Especialista em Decifrar Pessoas | sou@pessoab.pt | Visite os Segredos da Linguagem Corporal

Nº1 Nacional a partilhar a Linguagem Corporal para todos

 

 

Segredos da Linguagem Corporal

Quem “manda” em casa? Pais ou filhos? Saiba quais sinais para descobrir

pai2.png

 As crianças crescem rápido e desde cedo que tentam  impor a sua vontade e força através da linguagem corporal. Os filhos usam inconscientemente sinais de domínio para testar o grau de domínio e a permissividade dos pais, é como um conhecer dos limites e até o grau de domínio que eles exercem em casa sobre os pais. Mais tarde o permitir ou não contrariar estes sinais pode virar-se contra os pais, porque quando quiserem exercer “autoridade” sobre os filhos, seja para os desviar de maus caminhos ou para os orientar para um melhor futuro, poderão não aceitar a opinião dos pais ou não os reconhecer como pessoas fortes para os ajudar. É necessário contrariar este "Domínio" subliminarmente desde logo, "repreender", contrariar ou alertar de que não admite estes mesmos sinais, isto sem recorrer à violência ou ao grito, ambas situações revelam falta de controlo.

 

Sinais de” Domínio” dos filhos:  

 

pai8.png

  • Filho/a que interrompe com frequência as conversas dos pais, é um sinal claro de domínio. Quando os filhos interrompem, deve alertar de que aguardem que termine de falar, é uma das formas de contrariar o domínio deles.

 pai15.png

  •  O olhar fixo serve para demonstrar ou reforçar o domínio e poder que têm sobre si. Em certas situações pode ser desafio, vai lutar pelo domínio "Não te tenho medo! "Um filho, que faça este olhar, sente que tem poder sobre si ou não o vê como dominante.

  Faça este simples teste:  Olhe fixo para o seu filho/a! Se ele/a não desviar o olhar, então não o vê como dominante.

 

  • Filho/a exibe demasiadas vezes a expressão facial de Desprezo. A expressão facial de desprezo é a pior na relação entre pais e filhos. A criança que a faz é porque não lhe está a dar "valor moral". O filhos/a sente que falhou com ela com pai ou mãe e agora acha que interagir com os pais, é uma perca de tempo.

  •  Mãos na cintura ou enrolar os olhos quando ouve ou fala com os pais. Estes dois sinais revelam desafio e desinteresse pelo que está a ser dito o por quem o está a dizer. Se o filho/a fala com as mãos na cintura, os pais  devem imitar o gesto e se enrolar os olhos deve reprender e deve falar-lhe com palmas das mãos para baixo.

  • Sentam-se no lugar habitual do pai ou mãe. Os filhos quando se sentam no  lugar dos pais, é como um conquistar de território, eles sentem que ocupar os lugares habituais dos pais ir-lhe-á dar o mesmo “poder” dos pais.  Os pais quando quiserem ocupar o lugar habitual, devem pedir tranquilamente ao filho/a que saia e se sente no lugar dele, este gesto demonstra inconscientemente que os pais ainda são “Rei/Rainha” da casa.  

 

Existem muitos mais sinais de domínio que deve contrariar aos seus filhos, para os conseguir ajudar ao longo do seu crescimento como pessoa e profissional, mas sempre sem violência verbal ou física.

 

Alexandre Monteiro

Especialista em  Decifrar Pessoas | sou@pessoab.pt | Visite os Segredos da Linguagem Corporal

Nº1 Nacional a partilhar a Linguagem Corporal para todos

.

 

.

 

 

Segredos da Linguagem Corporal

Filho que interrompe as conversas dos pais

 

Filho/a que interrompe com frequência as conversas dos pais, é um sinal claro de domínio.

 

Quando os  filhos interrompem, deve alertar de que  aguardem que termine de falar, é uma das  formas de contrariar o domínio deles.

 

 

Alexandre Monteiro

Especialista em Decifrar Pessoas | sou@pessoab.pt | Visite os Segredos da Linguagem Corporal
Nº1 Nacional a partilhar a Linguagem Corporal para todos

Segredos da Linguagem Corporal

Linguagem Corporal dos Pais! Descubra o seu estilo

pais.jpg 

O estilo parental é a forma como interagimos com os nossos filhos de acordo com crenças e valores. Os estilos parentais podem assentar em 4 categorias diferentes e diferem pela forma como o controlo é exercido e como criamos ligação emocional.

Os quatro estilos parentais também diferem na linguagem corporal apresentada.

Através da Linguagem Corporal pode agora perceber qual o seu estilo parental.

pais Auto.jpg

 Estilo Autoritário

Linguagem Corporal

  • Não sorri
  • Gestos rectos e rápidos
  • Tom de voz elevado ou grita
  • Aponta com o dedo regularmente
  • Queixo levantado
  • Vira costas enquanto o filho/a fala
  • Discurso rápido
  • Avança com a cabeça quando confrontado
  • Mãos atrás das costas
  • Mãos na cintura
  • Expressão facial de Raiva
  • Inclina-se para a frente e invade espaço pessoal do filho/a
  • Interrompe frequentemente
  • Ao falar tem tendência a falar com a mão na vertical com movimentos como fosse cortar o ar
  • Contacto ocular 100% e intimidador

Características:

Os pais autoritários são muito rigorosos e controladores. Forte sentimento de justiça e uma necessidade enorme de obediência. Estabelecem regras rígidas e quando quebradas pelos filhos tem tendência a punir de imediato de forma rígida. São exigentes, Inflexíveis e não sensíveis. Não valorizam o diálogo bilateral e restringem a autonomia dos filhos. Exigem submissão e obediência.

 

Desenvolvimento dos filhos de pais autoritários:

  • Dão -se bem na escola
  • Pobres a socializar
  • Baixa auto estima
  • Ansiosos
  • Revoltam-se e desafiam os pais
  • Procuram amizades rebeldes 

Pai ori.jpg  

Estilo Orientador  

Linguagem Corporal:

  • Sorri, mas não ri com regularidade
  • Gestos controlados e curvos
  • Dinâmico
  • Partilha e manifesta expressões faciais (Felicidade, tristeza, zangado,…)
  • Coloca-se à mesma altura que os filhos para falar
  • Tom de voz variado e emotivo e firme
  • Ilustra bem com as mãos o que está a dizer
  • Postura Corporal aberta
  • Coloca palmas das mãos para directivas e repreender
  • Coloca palmas das mãos para cima para criar ligação
  • Bom contacto ocular durante 70% do tempo e não intimida
  • Usa o toque para criar ligação e domínio
  • Ouve

Características:

Apesar de manter a autoridade e controle, tem uma maior capacidade de comunicação, ligação, consistência e flexibilidade, respeitando o desejo de independência dos filhos e a capacidade de se fazer ouvir. São exigentes e assertivos mas não intrusivos e/ou restritivos. Pais com grandes expectativas dos filhos, incentivam a liberdade mas não a libertinagem. Estabelecem menos regras, mas são melhores na sua aplicação.

 

Desenvolvimento dos filhos de pais orientadores:

  • Boa auto estima
  • Controlados
  • Estabilidade emocional
  • Confiantes
  • Bons comunicadores 

pai per.jpg 

Estilo Permissivo

Linguagem Corporal:

  • Descontraído,
  • Postura abertas
  • Calmo
  • Pausado
  • Sem variação vocal
  • Poucos gestos e condicionados
  • Fala com as palmas das mãos para cima mesmo quando dá diretivas
  • Inclina-se para trás
  • Ponderado ao falar,
  • Tom de voz baixo,
  • Poucas interrupções
  • Toca muito nas pessoas
  • Muitos gestos cruzados
  • Senta- se mais do que fica em pé

 

Características:

São interessados, criam bastante ligação, aceitam e cumprem as exigências dos filhos mesmo que discordem, evitando assim confrontos. São mais preocupados e sensíveis que exigentes. Tendem a dar aos filhos o que eles pedem e esperam que eles façam o mesmo pelos pais (o que pode não acontecer). Querem compensar o que eles mesmos não tiveram em crianças (pobreza ou pais rígidos). Não colocam limites, deixam-nos fazer o que querem para ficarem contentes. Pedem aos filhos que mudem ou acreditam que iram mudar com a idade.

 

Desenvolvimento dos filhos de pais permissivos:

  • Exigem privilégios em troca de bens materiais
  • Auto estima elevada ou narcisistas
  • Boas capacidades sociais
  • Sabe que comanda e aprende a manipular
  • Inseguro
  • Dificuldade em distinguir ente o certo e o errado
  • Manipula as regras
  • Mente mais e melhor

pai neg.jpg 

Estilo Negligente/Desinteressado

Linguagem Corporal

  • Poucos Movimentos ou quase nulos
  • Distante e pouco expressivo
  • Tom de voz não varia
  • Partilha e exibe poucas expressões faciais
  • Fala com as palmas das mãos viradas para baixo,
  • Poucos movimentos
  • Olha mais para o ecrã do computador ou para os livros,
  • Só usa o contacto ocular quando defende a sua opinião
  • Usa mais gestos de reprovação e desprezo
  • Emoções negativas extremas quando
  • Não corrigem até estarem no limite
  • Não ouve e fala
  • Tronco direccionado em direcção contrária

 Características:

Frios, distantes, imprevisíveis, duros e abusivos quando a situação sai fora de controlo, não exigem nada e não dão quase nada em troca. Desligados da responsabilidade de pais excepto quando a situação sai fora de controlo.

 

Desenvolvimento dos filhos de pais Negligentes/Desinteressados:

  • Baixa auto estima
  • Rebeldes
  • Fracos resultados
  • Inseguro
  • Amigos de grupos anti sociais
  • Violentos
  • Mais propensos a comportamentos maus e a ter problemas na escola

 

 

Com este artigo não quero julgar ou criar estereótipos, mas sim alertar e tomar consciência dos possíveis “erros“ que podemos cometer como pais, pensando estar a fazer o melhor para os nossos filhos.

 

Alexandre Monteiro

Especialista em Decifrar Pessoas | sou@pessoab.pt | Visite os Segredos da Linguagem Corporal

Nº1 Nacional a partilhar a Linguagem Corporal para todos

 

 

 

Segredos da Linguagem Corporal

Linguagem Corporal dos bebés

 

Prestar atenção à linguagem corporal do bebé vai ajudar e facilitar a ligação, tal como a compreensão, das necessidades do bebé de uma forma mais rápida.

 

Durante o primeiro ano de vida, o bebé comunica em grande parte através de linguagem corporal e posso afirmar como pai que é muito confuso perceber quais as mensagens que o bebé está a transmitir.

Prestar atenção à linguagem corporal do bebé vai ajudar e facilitar a ligação, tal como a compreensão, das necessidades do bebé de uma forma mais rápida.

 

Por exemplo, a maioria dos pais não está familiarizada com os "Reflexos primários" muito comum nos bebés. O conhecido "reflexo de Moro" – fenómeno que irá desaparecer até aos quatro meses - é uma forma do bebé se adaptar à vida fora do útero. O bebé quando se "assusta" agarra o ar com as palmas da mão para cima, polegares flexionados para fora e muitas vezes com as pernas posicionadas de forma semelhante, este movimento é resultado do medo. Outro reflexo primário importante é o apertar firme do dedo, que significa que o bebé está tentar criar uma ligação profunda. Para muitos este vínculo é instantâneo, mas para os outros é preciso tempo e paciência.

Todos os bebés são diferentes e com o tempo vai começar a entender um conjunto normal de comportamentos e estabelecer efetivamente a linha de base. Linha base é a forma como ele se comporta habitualmente para comunicar as necessidades e desejos e sempre que detetar uma variação no comportamento base deve ficar atento e investigar.

Existem alguns sinais importantes com que o bebé comunica as suas necessidades e desejos. Uns podem parecer mais óbvios, mas lembre-se que são pistas, servem como guia para compreender melhor o bebé.

bebe4.jpg

 

Esfregar os olhos muitas vezes, acompanhado por um grande bocejo (ou dois), indica fadiga. Estudos demonstraram que o ato de esfregar os olhos tem um efeito calmante sobre o ritmo do coração.

Esfregar as orelhas é um indicador de que necessita de conforto, mimo ou está a preparar-se para dormir ou descansar. Os bebés esfregam as orelhas para acalmar as emoções.

O ato de puxar as pernas até a barriga, acompanhado por agitação ou choro, pode sinalizar dor devido a cólicas. Se puxarmos as pernas para cima a um bebé com cólicas, geralmente eles gritam e/ou choram.

Virar a cabeça para o lado contrário. Como não podem mover o corpo, o ato de virar a cabeça e evitar olhar para si, é como dizer “Não quero”; “Para!”.

Deixa cair o brinquedo sucessivamente. Com este comportamento a intenção dele não é irritar, é convidar para brincar.

Bater com a cabeça de forma repetitiva revela ansiedade. Os bebés encontram no movimento repetitivo e rítmico uma forma de se acalmar e aliviar a ansiedade.

Punho fechado. Os bebés geralmente começam a abrir as mãos às 8 semanas e começam a alcançar e agarrar objetos aos 3-4 meses. Este sinal só tem relevância após os 3 meses e pode ser um sinal de stress ou fome.

 

Aprender ler e interpretar a linguagem corporal dos bebés é a chave para a compreensão mais aproximada do que ele possa estar realmente está a sentir ou necessitar.

 

Um Abraço Amigo, 

Alexandre Monteiro
Especialista em Decifrar Pessoas | sou@pessoab.pt | Visite os Segredos da Linguagem Corporal

Nº1 Nacional a partilhar a Linguagem Corporal para todos

 

 

Segredos da Linguagem Corporal

Segredos da Linguagem Corporal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Decifre Pessoas num Minuto

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens