Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Decifrar Pessoas - Alexandre Monteiro

Como decifrar e optimizar a Linguagem Corporal, Microexpressões e decifrar pessoas na negociação, Vendas, Recrutamento, Política, Entrevistas emprego, Coaching, falar em Público.. Para não especialistas

Decifrar Pessoas - Alexandre Monteiro

Como decifrar e optimizar a Linguagem Corporal, Microexpressões e decifrar pessoas na negociação, Vendas, Recrutamento, Política, Entrevistas emprego, Coaching, falar em Público.. Para não especialistas

Linguagem Corporal – Tenha um 2016 mais poderoso

2016.png

 A linguagem corporal é demasiado importante para a deixar ao acaso. A imagem que os outros tem de si é na maior vezes avaliada pela forma como anda, como fala com o corpo ou expressões faciais recorrentes. Boas notícias! Se quer melhorar a imagem de confiança, credibilidade e liderança, pode começar simplesmente por melhorar e otimizar a linguagem Corporal.

Hoje, quero oferecer-lhe 5 dicas simples e poderosas para o ajudarem a que tenha um super 2016:

1) Contato visual.

Contato ocular intenso, quem o faz, pensa estar a transmitir confiança e credibilidade, no entanto irá ser percebido como rude, hostil e frio; e em contexto de negócios, este contato visual intenso poderá ser percebido como uma intenção deliberada de dominar, intimidar, menosprezar, ou fazer com que a outra pessoa se sinta em desvantagem.

Contato ocular fraco ou ausente, poderá fazer com que seja percebido como desconfortável, com falta de confiança ou desinteressado. Pior ainda podem pensar que é “mentiroso” devido ao mito “ Quem não olha olhos nos olhos, está a mentir ou não é de confiança”.

Em regra geral, o contato visual direto deve ser efetuado durante 60% a 70% do tempo numa conversa, aumentando-o ligeiramente quando fala e minimizando enquanto fala, irá fazer com que seja percebido como líder, atento, interessado e credível.

Para quem tem mais dificuldade, quero partilhar uma técnica simples para melhorar o contato ocular ausente, experimente observar a cor dos olhos de todas as pessoas com quem interage.

 2) Faça mais gestos de poder

Uma pesquisa da Universidade de  Harvard  e da Escola de Negócios de Colúmbia, alerta-nos sobre os efeitos positivos  das posturas de poder  (Pés afastados, corpo direito, mãos nos quadris à “Super Homem"). Os estudos mostram que fazer este tipo de posturas de poder, e é somente necessário dois minutos, antes de enfrentar uma reunião, uma palestra, ou outra situação tensa, irá fazer com que aumente os níveis de testosterona, aumentando a sensação de poder e auto-confiança e também reduz o nível de cortisol, diminuindo o stress sentido.

3) Domine o aperto de mão

O toque é a forma não-verbal mais primitiva e mais poderosa. No local de trabalho, a credibilidade e ligação são estabelecidos inconscientemente através da tradição do aperto de mão, e este contato é responsável por uma impressão duradoura e positiva.

Um estudo sobre apertos de mão mostrou que as pessoas são duas vezes mais propensas a lembrarem de si e a reagir de uma forma mais amigável, se lhes apertar a mão. Além do aperto de mão pode criar um impacto mais duradouro e positivo, se adicionar uma única palavra, o nome da pessoa “ Muito gosto” Nome da pessoa”, e um breve toque de 1/4 de segundo no antebraço da pessoa, é o suficiente para criar um vínculo mais forte.

Fórmula do aperto de mão:

Contato visual 100% + Firme + Diga “nome”+ Ligeiro toque no antebraço

4) Fale com as mãos

Os gestos estão ligados à fala, enquanto fala, gesticula de forma a exemplificar e dar mais poder e significado às palavras. Senão o faz, as palavras que verbaliza vão ser percebidas como menos credíveis e menos sentidas.

Falar com as mãos faz com que o conteúdo verbal melhore, o discurso seja menos hesitante, evita os enchimentos verbais como "humm" e "hamm" e ajuda a formar e a verbalizar pensamentos mais claros.

Os movimentos das mãos devem ser entre a cintura e os ombros, relaxados, mostrando as palmas das mãos para demonstrar mais credibilidade e sinceridade. 

 5) Controle os pés

Quando pensamos em melhorar a linguagem corporal, pensamos mais em melhorar expressões faciais, posturas e gestos com as mãos, no entanto os pés emitem mais mensagens do que possa imaginar.

Pés tem muito a dizer, tal como, o seu nível de domínio, confiança ou segurança. Quando se sente inseguro ou ansioso, a tendência é abanar os pés, cruzá-los ou mudar o peso de pé para pé. Quando se sente pouco poderoso a tendência é juntar os pés ou cruzá-los.

Para otimizar as mensagens emitidas pelos pés, deve ter os pés bem assentes no chão e afastá-los ligeiramente, use os ombros como limite máximo do afastar.

 

Através destas simples alterações, irá transmitir uma imagem mais confiante,mais credível, maior liderança e de uma pessoa mais segura.

 Lembre-se

“ Não é o que faz, mas sim o que outros percebem daquilo que faz”.

 

Excelente 2016!

Um Abraço Amigo, 

Alexandre Monteiro
Especialista em Comportamento Humano | sou@pessoab.pt | Visite os Segredos da Linguagem Corporal

Nº1 Nacional a partilhar a Linguagem Corporal para todos

Segredos da Linguagem Corporal

Segredos da Linguagem Corporal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Decifre Pessoas num Minuto

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens