Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Decifrar Pessoas - Alexandre Monteiro

Como decifrar e optimizar a Linguagem Corporal, Microexpressões e decifrar pessoas na negociação, Vendas, Recrutamento, Política, Entrevistas emprego, Coaching, falar em Público.. Para não especialistas

Decifrar Pessoas - Alexandre Monteiro

Como decifrar e optimizar a Linguagem Corporal, Microexpressões e decifrar pessoas na negociação, Vendas, Recrutamento, Política, Entrevistas emprego, Coaching, falar em Público.. Para não especialistas

Linguagem corporal dos gatos

gatos 15.jpg

 A linguagem corporal dos gatos é subtil e complexa e combinam pelo menos 25 diferentes sinais visuais usados ​​em 16 combinações diferentes.

Há, sem dúvida, muitos outros movimentos, que nós não percebemos e a maioria dos donos podem aprender a reconhecer, pelo menos, alguns dos sinais dos gatos.

Para um gato, contato visual prolongado é uma ameaça.

 

Massajar com as patas, o gato pressiona superfícies a massajá-las com as patas, é uma demonstração de satisfação e contentamento.

 

Rolar pelo chão expondo a barriga, o gato fá-lo quando está confortável, sente-se seguro e indica submissão. A submissão felina indica mais afeto do que obediência. As fêmeas com o cio também costumam rolar á frente dos machos para os atrair.

 

Esfregar-se, é afeição e demarcação de território. Ao esfregar-se nas pessoas e/ou objetos, o gato liberta o odor através de glândulas odoríferas, marcando dessa forma o local onde ele se esfrega, como sendo seu.

 

Miar. Existem vários tipos de miar e variam de acordo com a situação e intenção do gato. Longos e crescentes indicam felicidade e um pedido de atenção. Os mais agudos e estridentes podem indicar medo, aviso ou alerta.

 

Ronronar ou bocejar, está satisfeito e tranquilo e se mordiscar é para demonstrar afeto ou vontade de brincar.

 

Mexer as orelhas; a posição das orelhas exprime a vontade de participar em determinadas situações. Se as orelhas estiverem:

 

Altas e viradas para o acontecimento indicam interesse.

Baixas e viradas para trás indicam que está assustado e chateado.

 Orelhas achatadas junto à cabeça, vai confrontar.

 

A cauda do gato é um indicador do estado emocional do gato.

 Abanar, o gato quando abana a cauda não está a demonstrar alegria, muito pelo contrário, está descontente com alguma coisa ou está a preparar-se para atacar.

 Imóvel, está concentrado, focado ou curioso em algo específico.

Levantada ao andar, está bem-disposto e serve como chamada de atenção.

 

Baixa ou no meio das patas, é um sinal que revela timidez, submissão ou medo.

  

Infla causa e/ou eriça o pêlo, quando se assusta assume esta posição defensiva ou de ataque iminente.

 

Posição vertical com ponta esta curvada, sinal de amizade.

"L invertido", está a preparar-se para lutar ou desafiar. 

 Bigodes quando para trás, está irritado, com medo ou se adota esta posição dos bigodes por demasiado tempo pode ser um sinal que está doente. Os bigodes quando esticados é um bom sinal, está feliz.

 

Esfregar o corpo ou encostar o nariz no dono, está a dar afeto, mas se o encostar for em forma de pancadinhas com a testa, é um pedido de afeto ou geralmente de comida.

 

Pupilas dilatadas quando está defensivo, agitado, assustado ou alerta.

Pupilas em fendas verticais, sinal de agressividade ou ataque.

 

Piscam diretamente para os donos, para comunicar a necessidade de ser tranquilizado.

 

Os que habitam com seres humanos tem um vocabulário próprio e mais amplo, porque se adaptam às respostas dos donos e aos pedidos dos mesmos.

 

 

Alexandre Monteiro sou@pessoab.pt Visite os Segredos da Linguagem Corporal

Nº1 Nacional a partilhar a Linguagem Corporal para todos

Segredos da Linguagem Corporal

Segredos da Linguagem Corporal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Decifre Pessoas num Minuto

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor

Mensagens